Bush garante apoio dos EUA a Israel frente ao Hamas e ao Irã

O presidente George W. Bush lembrou nesta quinta-feira o terror do nazismo para garantir aos israelenses e aos judeus que o apoio dos Estados Unidos é inalterável e que com os americanos são mais de 307 milhões contra o Hamas, Hezbollah e Irã.

AFP |

Bush acusou o presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, de querer levar o Oriente Médio para a época medieval e afirmou que permitir que o Irã tenha armamento nuclear seria "trair de forma imperdoável" as futuras gerações, segundo o discurso que fará na tarde desta quinta-feira na Knesset (Parlamento israelense), antecipado pela Casa Branca.

"A aliança entre nossos governos é inalterável", garante Bush.

O presidente americano também critica a visão do mundo do movimento islamita palestino Hamas, do movimento xiita libanês Hezbollah e da rede terrorista Al-Qaeda, além do presidente ultraconservador iraniano, que segundo Bush "sonha em levar o Oriente Médio à Idade Média e que pede que Israel seja apagado do mapa".

"A população de Israel talvez seja de pouco mais de sete milhões. Porém, quando se enfrenta o terror e o mal, somos 307 milhões porque os Estados Unidos estão ao lado de vocês", afirmou.

lal/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG