Bush fará discurso sobre situação no Iraque na quinta-feira

Washington, 8 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, se reunirá amanhã com líderes democratas e republicanos do Congresso para analisar a situação no Iraque e fará declarações sobre o tema nesta quinta-feira, informou hoje a Casa Branca.

O encontro com os congressistas será realizado no segundo dia de audiências no Legislativo com o general David Petraeus, chefe militar dos EUA no Iraque, e o embaixador americano em Bagdá, Ryan Crocker.

"O presidente convidará os líderes de ambos os partidos e de ambas as Câmaras do Congresso para ouvir suas opiniões" disse a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, sobre as declarações de Petraeus e Crocker.

Ela acrescentou que o chefe de Estado americano também fará um discurso nesta quinta-feira, por volta de meio-dia, sobre a situação no Iraque, "levando em conta o que escutou do general Petraeus e do embaixador Crocker".

O discurso, para o qual a Casa Branca não pediu espaço especial nas cadeias de televisão, refletirá as opiniões de especialistas do Departamento de Estado, de Defesa e dos próprios congressistas, de acordo com Perino.

A porta-voz não quis antecipar o conteúdo do discurso de quinta, mas afirmou que "cobrirá uma grande quantidade de assuntos relacionados com a forma de progredir no Iraque".

Sobre o impacto que a morte de 11 americanos no Iraque nos últimos dias poderia ter para a estratégia militar a curto prazo de Bush, Perino disse que a atenção do governante está centrada em "garantir que nossas tropas tenham o que precisam para ter sucesso" nessa nação.

O objetivo do presidente Bush é que a missão militar consiga "criar um Iraque mais estável, que possa se sustentar, se governar e se defender por si só, e que possa ser um aliado na luta contra o terrorismo", acrescentou a porta-voz da Casa Branca.

Em uma audiência perante o Comitê das Forças Armadas do Senado, Petraeus recomendou que, após julho, se faça uma pausa de 45 dias na redução do contingente militar no Iraque onde, em sua opinião, os progressos são "frágeis e reversíveis".

Petraeus e Crocker compareceram hoje ao Comitê de Forças Armadas do Senado e também ao de Relações Exteriores, em um momento em que a política para o Iraque é o tema dominante na campanha eleitoral.EFE mp/bf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG