Bush expressa apoio a líderes de Lituânia e Ucrânia

Washington, 29 set (EFE) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, se reuniu hoje com os líderes da Lituânia e Ucrânia, duas repúblicas ex-soviéticas, para expressar seu apoio diante do crescente poder da Rússia na região.

EFE |

Em declarações após se reunir com o presidente lituano, Valdas Adamkus, Bush afirmou que os dois falaram sobre a necessidade de que "as democracias possam se manter firmes sem medo de serem afetadas".

Os dois dedicaram boa parte do tempo a analisar a situação na Geórgia, que, em agosto, teve parte de seu território invadida pela Rússia em uma disputa sobre a região independentista da Ossétia do Sul.

Bush elogiou Adamkus por ter se pronunciado, na época, de forma "corajosa" em favor de Tbilisi, como fez o resto das repúblicas bálticas e a Ucrânia.

O presidente americano se reuniu hoje também com o governante ucraniano, Viktor Yushchenko, com quem debateu, entre outros assuntos, as aspirações de Kiev de entrar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a independência energética.

Segundo Yushchenko, durante a reunião "se prestou uma atenção especial à integração da Ucrânia nas estruturas européias e euro-atlânticas".

O presidente ucraniano também minimizou importância das divisões internas no país sobre a política para com a Rússia, que, na semana passada, causaram o colapso da coalizão de Governo e fizeram surgir a possibilidade das terceiras eleições parlamentares em três anos consecutivos.

Segundo Yushchenko, a situação "está longe de ser trágica" e a Ucrânia conta com os recursos democráticos suficientes para enfrentá-la. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG