guia para relações entre EUA e Rússia - Mundo - iG" /

Bush e Putin negociam guia para relações entre EUA e Rússia

RÚSSIA - Os presidentes dos Estados Unidos, George W. Bush, e da Rússia, Vladimir Putin, se reunem neste domingo em Sochi (Rússia), para tentar fixar um marco para a relação dos dois países depois que ambos deixarem seus cargos. Esta é a última reunião entre os dois líderes, já que Putin deve deixar o governo russo em maio.

EFE |


A reunião entre Bush e Putin, que começou por volta das 10h (3h de Brasília), também terá a participação em determinado momento do presidente eleito russo, Dmitri Medvédev, que assumirá o cargo no dia 7 de maio.

Na agenda da reunião está a redação de um "marco estratégico" que sirva de guia em quatro áreas para as relações dos dois países sob o comando de Medvédev e do sucessor de Bush: a segurança, a não-proliferação de armas de destruição em massa, a economia e a luta contra o terrorismo.

Poderia haver também uma menção a uma futura cooperação na área de defesa antimísseis, mas não o acordo que a Casa Branca tentava obter antes que Bush iniciasse na segunda-feira passada sua viagem pelo leste europeu.

Bush conseguiu nesta semana durante a cúpula da Otan em Bucareste o sinal verde dos aliados para o escudo antimísseis que os EUA planejam instalar na República Tcheca e na Polônia, e que Moscou considera uma ameaça contra seu território.

A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, advertiu que é "prematuro" esperar um acordo sobre o escudo.

Perino antecipou que Bush também discutirá o que considera uma diminuição da liberdade na Rússia, um dos pontos de atrito nas relações entre os dois países.

Outros assuntos espinhosos na relação são a independência do Kosovo, apoiada pelos EUA, e a ampliação da Otan em direção ao leste, que Bush defendeu sem reservas.

Durante sua participação na cúpula da Otan, os aliados se comprometeram a incorporar no futuro a Ucrânia e a Geórgia, duas repúblicas ex-soviéticas.

A oposição da Rússia a qualquer aproximação da Otan a essas repúblicas é considerada a principal razão que levou alguns aliados a se declararem contra o "plano de ação" para a adesão dos dois países, um dos grandes objetivos de Bush em Bucareste.

Após as reuniões, Bush e Putin oferecerão uma entrevista coletiva, antes de continuar suas conversas em um almoço, a última atividade do presidente americano antes de retornar aos EUA.

Leia mais sobre: Putin - Bush

    Leia tudo sobre: bushputin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG