Bush e Olmert reafirmam esforços de paz no Oriente Médio

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, concordaram nesta segunda-feira que os esforços de paz devem prosseguir no Oriente Médio.

AFP |

"Acreditamos firmemente que Israel terá proveito com um futuro Estado palestino, com uma democracia em sua fronteira, que trabalha pela paz, destacou Bush à imprensa no início de seu encontro com Olmert, na Casa Branca.

"Creio que esta visão está vigente graças ao senhor, primeiro-ministro, disse Bush a Olmert sobre o processo de paz entre israelenses e palestinos, relançado no ano passado, durante a conferência internacional de Anápolis, Maryland.

Olmert concordou que "uma solução de dois Estados é o único caminho possível para se resolver o conflito no Oriente Médio" e destacou a liderança de Bush nesta questão: "O senhor pôs em marcha o processo de Anápolis, do qual estou orgulhoso de ter participado, e isto prossegue sob sua direção, com seu apoio e sua inspiração".

O premier manifestou a "profunda gratidão" dos israelenses a Bush, "um líder corajoso que ajudou Israel".

Olmert disse ainda que jamais esquecerá a contribuição de seu "amigo" americano para eliminar uma das maiores ameaças estratégicas à parte oriental de Israel, em referência ao líder iraquiano Saddam Hussein, derrubado pela polêmica invasão do Iraque, comandada por Bush.

A reunião entre Bush e Olmert foi apontada por representantes israelenses como "uma despedida de um dos grandes amigos de Israel".

Apesar da promessa do presidente eleito, Barack Obama, de seguir apoiando o diálogo entre palestinos e israelenses, as perspectivas de um acordo a curto prazo são fracas, já que Israel enfrenta eleições e os palestinos estão divididos entre os grupos Fatah e Hamas.

rb/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG