Washington, 25 fev (EFE).- Os ex-presidentes dos Estados Unidos Bill Clinton e George W.

Bush apareceram hoje juntos num anúncio exibido por canais de televisão americanos pedindo mais ajuda "imediata e em longo prazo" à reconstrução do Haiti.

"Ainda há muito a fazer", disse Clinton na peça publicitária, distribuída pela organização Ad Council para transmissão em todas as redes de televisão dos Estados Unidos que cederam espaço.

Dias depois do terremoto que devastou o país caribenho, em 12 de janeiro, o presidente dos EUA, Barack Obama, reuniu seus antecessores na Casa Branca e anunciou a criação do fundo Clinton-Bush para o Haiti, uma iniciativa da sociedade civil americana para os trabalhos de resgate, limpeza e reconstrução.

Agora os ex-presidentes voltaram a aparecer juntos na tv, para chamar a atenção sobre a situação de emergência do país caribenho e pedir aos americanos que sigam realizando doações por mensagens de celular e através do site www.ClintonBushHaitiFund.org.

No anúncio, Bush agradeceu todas as doações, "grandes e pequenas", e disse: "Nos próximos meses e anos, seguiremos trabalhando duro para gastar o dinheiro em planos eficientes de reconstrução que garantam um futuro melhor para os haitianos".

Já Clinton afirmou que o caminho para a recuperação do Haiti "apenas começou", e espera que este anúncio conscientize os americanos para que sigam com "a chuva de doações" do primeiro mês.

Segundo um comunicado da Ad Council, o fundo Clinton-Bush está canalizando as doações recebidas através de ONGs de grande reputação e as próprias fundações dos dois ex-presidentes. EFE.

sid/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.