Bush e Alan García falam sobre livre-comércio e América Latina

Lima, 23 nov (EFE).- Os presidentes dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, e do Peru, Alan García, se reuniram hoje, em Lima, no dia do fechamento da cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) para falar do livre-comércio e da situação na América Latina.

Peru e EUA assinaram um tratado de livre-comércio que deve entrar em vigor no final deste ano.

Na reunião no Centro de Convenções do Ministério da Defesa peruano, que durou cerca de 55 minutos, estiveram presentes, entre outros, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o responsável para a América Latina do Departamento de Estado americano, Thomas Shannon.

Da parte peruana, assistiram também os ministros de Exteriores, José Antonio García Belaúnde; de Economia, Luis Valdivieso, e de Comércio Exterior, Mercedes Aráoz.

Bush foi recebido em sua chegada pelo líder peruano.

Antes da reunião, a Casa Branca tinha indicado que os dois líderes falariam sobre o tratado de livre-comércio entre os dois países e a situação na América Latina, assim como da relação bilateral, descrita por Washington como "a mais firme dos últimos tempos" entre os dois países.

O presidente dos EUA deve retornar hoje a seu país, imediatamente depois do encerramento da reunião da cúpula do Apec.

No sábado, os participantes da cúpula emitiram uma declaração específica sobre a situação econômica global, na qual defenderam o livre-comércio como arma contra a crise e, como medida concreta, se comprometeram a não colocar novas barreiras protecionistas por 12 meses a partir de agora.

Nessa declaração, mostram também seu apoio às medidas decididas pelo Grupo dos Vinte (G20, os países mais ricos e os principais emergentes) para enfrentar a crise econômica. EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG