WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse na segunda-feira que a Coréia do Norte e o Irã, os quais disse pertencer ao eixo do mal, continuam perigosos e pediu a Pyongyang que honre as promessas feitas nas negociações sobre o desarmamento nuclear do país. Para avançar em nossas relações com a Coréia, o governo norte-coreano deve honrar os compromissos que fez, permitindo fortes medidas de verificação para garantir que não desenvolvam um programa de enriquecimento de urânio, disse Bush em sua última entrevista coletiva na Casa Branca, antes de deixar a Presidência dos EUA.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.