Bush diz que Governo freou ameaças terroristas após 11-9

Washington, 13 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, assegurou hoje que seu Governo conseguiu neutralizar ameaças terroristas contra os Estados Unidos após os atentados de 11 de setembro de 2001.

"Conseguimos reunir muita informação sobre Al Qaeda que não sabíamos antes e alcançarmos dizimar a liderança" dessa organização terrorista, assinalou o presidente em entrevista ao programa "Larry King Live" da rede de televisão "CNN".

Durante a conversa na qual foi acompanhado por sua esposa, Laura, Bush afirmou que essa será a principal tarefa de Barack Obama no Governo.

"A tarefa mais importante do próximo presidente será a de proteger o povo dos EUA de outro ataque", afirmou.

Bush também aconselhou seu sucessor a "não se transformar em um prognosticador da economia uma vez que chegue à Presidência".

"O que deveria dizer é que medidas vai tomar que sejam necessárias para voltar à recuperação", disse Bush.

O chefe de Estado assinalou ainda que simpatiza com Obama, mas que sua esposa revelou que não se sente muito feliz com as críticas do presidente eleito, que atacou Bush durante a campanha política à Casa Branca.

"Ficou zangada com essas críticas", perguntou King durante a entrevista.

"Sim. George não se inteirou porque não vê muito televisão", respondeu Laura. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG