Bush deseja que a Otan ofereça um caminho claro para Geórgia e Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pediu nesta quarta-feira à Otan que ofereça à Geórgia e Ucrânia um caminho claro na adesão à Aliança Atlântica, já que a questão divide os aliados antes da reunião de cúpula de Bucareste.

AFP |

"A posição de meu país é clara: a Otan deveria receber a Geórgia e a Ucrânia no plano de ação para a adesão (MAP), o que daria a estes países o status de candidatos oficiais à Aliança", disse Bush em um discurso antes da reunião na capital da Romênia.

"Aqui em Bucareste, devemos dar a entender claramente que a Otan saúda as aspirações de Geórgia e Ucrânia de se tornarem membros da Otan e oferecer a estes países um caminho claro para alcançar este objetivo", explicou.

A abertura da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) à Geórgia e Ucrânia divide profundamente a Aliança antes da maior reunião de chefes de Estado e de Governo de sua história.

Vários países aliados, liderados por França e Alemanha, têm sérias dúvidas e não aceitam as candidaturas, assim como a Rússia.

No caso da Ucrânia a dúvida fica por conta do apoio ou não da população à adesão. Quanto à Geórgia o problema são as tentativas de separatismo na Abkhazia e na Ossétia do Sul.

lal/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG