Bush defende técnicas de interrogatório empregadas por seu governo

O ex-presidente George W. Bush defendeu as técnicas de interrogatório mais severas, semelhantes à tortura e utilizadas por seu governo durante a guerra contra o terrorismo, considerando-as legais e necessárias, registrou a imprensa nesta sexta-feira.

AFP |

Bush falou sobre o assunto na noite de quinta-feira para 1.500 pessoas reunidas no Clube Econômico de Michigan (norte) destacando que a prática havia recebido a autorização de seus conselheiros jurídicos, informou o Detroit Free Press.

"Fiz meu dever para proteger os americanos", precisou Bush. "Posso dizer a vocês que as informações obtidas salvaram vidas", acrescentou, segundo o jornal.

"Deveríamos nos preocupar com a pobreza no estrangeiro por nosso próprio interesse", acrescentou, já que "as ideologias só são capazes de recrutar quando encontram pessoas desesperadas".

mso/mg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG