Bush defende chefe da SEC após McCain sugerir demissão

A Casa Branca saiu em defesa do presidente da Comissão de Valores americano (SEC), Christopher Cox, depois de o candidato republicano à Presidência, John McCain, dizer que ele mereceria ser demitido.

EFE |

A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, respondeu com um "sim" quando se perguntada se o presidente George W. Bush mantém sua confiança em Cox, apesar da crise que castiga os mercados financeiros.

A pergunta foi feita depois que McCain criticasse com dureza a SEC por ter afrouxado as regras de supervisão sobre Wall Street.

"Se eu fosse o presidente dos EUA hoje, demitiria imediatamente o presidente da SEC", ressaltou McCain, em um comício em Cedar Rapids.

    Leia tudo sobre: bushmccain

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG