Bush declara estado de emergência por incêndios na Califórnia

O presidente George W. Bush declarou neste sábado estado de emergência na Califórnia, e mobilizou ajuda federal para ajudar as autoridades locais a combater os mais de 1.000 focos de incêndio que arrasam a vegetação no norte do estado.

AFP |

"Há mais de 1.000 incêndios só no norte da Califórnia, nossos recursos estão fragilmente concentrados", disse Cheri Patterson, porta-voz do departamento de bombeiros do estado, o Calfire.

"Nossa maior preocupação é que não temos nenhum dos incêndios sob controle", continuou, saudando a chegada da assistência federal enviada por Bush.

Mais de 12.000 bombeiros combatem as chamas na Califórnia. A maioria dos focos foi causada pelas tempestades elétricas - sem chuva - que há mais de uma semana castigam o estado.

Patterson disse ainda que, enquanto os esforços avançavam na contenção de alguns incêndios, os serviços meteorológicos previam mais tempestades elétricas para este fim de semana.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, fez um apelo a Bush na sexta-feira para que o governo federal declarasse o estado de emergência, argumentando que os incêndios eram "de tal severidade e magnitude que uma resposta efetiva está acima das capacidades do estado".

Segundo dados do governo californiano, cerca de 107.000 hectares de florestas e vegetação já foram queimados no norte da Califórnia desde que os incêndios começaram, no dia 20 de junho.

bur-ar/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG