Washington, 21 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

Bush, declarou hoje o estado de emergência na Flórida, o que liberta fundos federais para os trabalhos de reconstrução, remoção de escombros e limpeza das áreas afetadas pela passagem da tempestade tropical "Fay".

Em comunicado, a Casa Branca explicou que a medida autoriza o Departamento de Segurança Nacional (DHS, na sigla em inglês), e a Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema, também em inglês) a coordenar a ajuda destinada a atenuar os efeitos devastadores do "Fay" na população e a proporcionar a assistência apropriada para iniciar as medidas de emergência requeridas.

O artigo V da Lei Stafford autoriza essas agências a salvar vidas e a proteger propriedades e a segurança e saúde pública, e a atenuar ou reverter a ameaça de uma catástrofe em todos os condados do estado da Flórida.

A Fema pode identificar, mobilizar e fornecer os equipamentos e recursos necessários para aliviar o impacto da tempestade "Fay".

As tarefas de remoção de escombros e as medidas de proteção de emergência, incluindo a assistência federal direta, serão custeados em 75% pelos fundos federais, diz a Casa Branca. EFE cae/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.