Bush cria equipe de transição para ajudar próximo presidente

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, determinou nesta quinta-feira a criação de uma equipe de transição para ajudar o novo presidente, a ser eleito em novembro, durante sua preparação para assumir a Casa Branca no ano que vem. A medida serve para garantir uma transição presidencial sem emendas, disse Dana Perino, porta-voz da Casa Branca.

Reuters |

"Isso é especialmente importante, já que nosso país está em guerra, além de ter de lidar com uma crise financeira e trabalhar para nos proteger de ataques terroristas futuros", disse a porta-voz.

O Conselho de Coordenação da Transição Presidencial, que será chefiado pelo chefe da Casa Branca, Josh Bolten, inclui autoridades que lidam com segurança nacional, combate ao terrorismo e política econômica.

"O presidente nos direcionou para que nos esforcemos para garantir uma transição tão tranquila e efetiva quanto possível", disse Perino.

A ordem de Bush estabelece que a equipe ajudará os dois principais candidatos, Barack Obama e John McCain, e, em seguida, o vencedor das eleições de 4 de novembro.

"A política do Conselho deve ser providenciar informações apropriadas e assistência aos candidatos dos maiores partidos, de forma equivalente e sem considerar a filiação partidária", diz o texto da determinação presidencial.

O ex-presidente Bill Clinton criou uma equipe de transição parecida, antes de Bush assumir o poder. O próximo presidente será empossado no dia 20 de janeiro de 2009.

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG