Bush conversou com presidente sul-africano sobre Zimbábue

Zagreb, 4 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, ligou hoje para seu colega sul-africano, Thabo Mbeki, para analisar a situação no Zimbábue, onde ainda não foi divulgado o resultado das eleições presidenciais do sábado passado.

Segundo a porta-voz da Casa Branca Dana Perino, a bordo do avião Air Force One que transportava Bush para Zagreb, o presidente dos EUA demonstrou a Mbeki sua preocupação com a violência no Zimbábue.

O povo zimbabuense, segundo Perino, deve esperar pelo resultado das eleições e respeitá-lo.

Previamente, a Casa Branca tinha expressado sua "preocupação" com a detenção, na quarta-feira, de dois jornalistas estrangeiros no Zimbábue, o correspondente do "The New York Times" Barry Bearak e o freelance britânico Stephen Beevan, por exercer sua profissão sem credencial.

"Estamos preocupados com os relatórios" obtidos a respeito do Zimbábue, afirmou o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Gordon Johndroe.

Segundo Johndroe, "deveria ser permitido que jornalistas e ONGs desenvolvessem seu trabalho".

Além disso, em uma iniciativa qualificada pela oposição como "preparativo para a guerra", a Polícia do Zimbábue realizou uma operação no hotel Meikles, utilizado pelo opositor Movimento por Mudança Democrática (MDC) como centro de acompanhamento da informação das eleições.

Estas ações policiais são produzidas enquanto o país aguarda o anúncio dos resultados da eleição presidencial do sábado passado pelas autoridades eleitorais, realizados simultaneamente com as parlamentares quando o partido no Governo, Zanu-PF, perdeu a maioria na Câmara Baixa que mantinha desde 1980.

"Continuamos supervisionando a situação e esperamos que seja respeitada a vontade do povo" nessas eleições, insistiu Johndroe.

Porta-vozes do Governo anteciparam que haverá um segundo turno para escolher o presidente, pois segundo estas fontes tudo parece indicar que nenhum dos candidatos obteve mais da metade dos votos.

Zimbábue é governado, desde sua independência, pelo presidente Robert Mugabe, de 84 anos. As últimas eleições que tiveram lugar nesse país foram fechadas por denúncias de fraude da oposição. EFE mv/bf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG