tirania do regime birmanês e pede liberdade na China - Mundo - iG" /

Bush condena tirania do regime birmanês e pede liberdade na China

Bangcoc, 7 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, condenou hoje a "tirania" da Junta Militar birmanesa, e pediu à China, mentora da ditadura em Mianmar, que dê liberdades básicas a seus cidadãos.

Bush, que permanecerá menos de 24 horas em Bangcoc, a partir de onde viajará na sexta-feira rumo a Pequim para assistir à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, reafirmou o apoio dos EUA à luta que a dissidência birmanesa promove para instaurar a democracia em seu país.

"Perseguimos o fim da tirania em Mianmar", disse Bush em seu discurso a diplomatas, funcionários do Governo tailandês e destacados empresários do Sudeste Asiático. EFE tai/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG