Bush condena decisão russa sobre regiões separatistas

Washington, 26 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, condenou hoje a "decisão irresponsável" da Rússia de reconhecer a independência das regiões separatistas da Geórgia e pediu que Moscou reavalie essa decisão.

"A ação da Rússia só agrava as tensões e complica as negociações diplomáticas" para resolver o conflito, disse Bush em um texto escrito no seu rancho em Crawford, no Texas.

Da mesma forma que fez quando eclodiu a crise entre Geórgia e Rússia pelas províncias separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia, em 7 de agosto, Bush pediu que os russos respeitem a "integridade territorial e as fronteiras" georgianas.

Bush lembrou que, segundo as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, Ossétia do Sul e Abkházia "ficam dentro das fronteiras reconhecidas da Geórgia e assim devem permanecer".

Para Bush, a decisão da Rússia viola não só as resoluções das Nações Unidas, mas também o acordo de cessar-fogo pactuado entre russos e georgianos para pôr fim ao conflito bilateral.

"Esperamos que a Rússia cumpra com seus compromissos internacionais, reavalie essa decisão irresponsável e siga o que foi pautado no acordo de seis pontos", ressaltou Bush. EFE mp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG