Bush assina execução de prisioneiro do Exército

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assinou nesta segunda-feira a execução de um soldado do Exército, condenado por estupro e assassinato, informou a Casa Branca.

AFP |

"O presidente Bush aceitou esta manhã a recomendação do secretário do Exército e firmou a sentença de morte para o soldado Ronald A. Gray, confirmando a decisão de uma corte marcial que o julgou por vários casos de estupro e assassinato quando servia nas Forças Armadas", disse a porta-voz Dana Perino.

Gray foi condenado e sentenciado à morte em 1988 por uma corte marcial e a lei americana estabelece que o presidente deve confirmar a sentença.

"O soldado Gray foi condenado por cometer crimes brutais, incluindo dois assassinatos, uma tentativa de assassinato e três estupros. As vítimas incluem um civil e dois membros do Exército", destacou Perino.

Trata-se da primeira vez em mais de 50 anos que um presidente americano assina uma sentença de morte deste tipo.

ksh/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG