Bush apresenta condolências por bombardeios no Afeganistão

O presidente George W. Bush apresentou suas condolências a seu colega afegão, Hamid Karzai, pela morte de civis afegãos num bombardeio da coalizão no oeste do país, em 22 de agosto, indicou nesta quarta-feira a presidência do Afeganistão.

AFP |

Bush expressou seu pesar pelo incidente durante uma teleconferência, realizada duas vezes por mês com Karzai.

O bombardeio abriu uma brecha entre ambos países. O governo afegão afirma que o bombardeio causou a morte de 90 civis, em sua maioria mulheres e crianças, no último dia 22 no oeste do Afeganistão.

A tragédia aconteceu perto do vilarejo de Azizabad, no distrito isolado de Shindand, onde os insurgentes são muito presentes, a cerca de 130km de Herat, a grande cidade do oeste do país.

As forças estrangeiras no Afeganistão são acusadas frequentemente de provocar a morte de civis. Segundo a Comissão afegã independente dos direitos humanos, mais de 900 civis foram mortos desde o início de 2008 em atos de violência, de insurgentes e das forças de segurança afegãs e internacionais.

Em julho, dois ataques aéreos das forças internacionais mataram 64 civis, a maioria mulheres e crianças, nas províncias de Nuristan e Nangarhar, segundo comissões de investigações afegãs.

str-sak/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG