Bush afirma que sistema financeiro dos EUA acabará superando os problemas

Washington, 15 set (EFE).- O sistema financeiro dos Estados Unidos é sólido e acabará superando os problemas atuais, afirmou hoje o presidente americano, George W.

EFE |

Bush, por causa da declaração de quebra do Lehman Brothers, o quarto maior banco de investimento do país.

Em declaração junto com o presidente ganês, John Kuffour, nos jardins da Casa Branca, Bush afirmou que, no momento de tomar medidas, as autoridades econômicas federais se concentrarão "na saúde do sistema financeiro como um todo".

"Trabalhamos para reduzir as alterações e minimizar o impacto dos eventos do mercado financeiro na economia em geral", disse o presidente, que reconheceu que, enquanto isso, a situação pode ser "dolorosa" para os investidores e os funcionários das companhias afetadas.

"Com o tempo, tenho confiança de que nossos mercados de capital são flexíveis e fortes, e podem fazer frente aos ajustes", disse Bush.

As declarações do presidente ocorrem em meio a fortes turbulências no mercado financeiro americano, depois que o Lehman Brothers se declarou em quebra.

A expectativa em torno dessa quebra prevista precipitou a venda da Merrill Lynch ao Bank of America, entre indicações de que AIG, a maior companhia seguradora do mundo, planeja uma drástica reestruturação.

A quebra do Lehman aconteceu depois de fracassarem as negociações para encontrar um comprador para o banco, perante a recusa do Governo dos EUA de respaldar financeiramente a operação.

As afirmações de hoje de Bush parecem confirmar que o Estado não prevê resgatar outras empresas financeiras com problemas.

Em março, o Departamento do Tesouro interveio a favor do Bear Stearns e na semana passada resgatou as hipotecárias Freddie Mac e Fannie Mae. EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG