Roma, 12 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

Bush, afirmou hoje que respeitará a decisão da Suprema Corte que sustenta que os presos em Guantánamo têm direitos constitucionais nos EUA, embora não esteja de acordo com ela.

Bush compareceu, em Roma, em entrevista coletiva junto com o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, com o qual se reuniu para tratar sobre assuntos como o programa nuclear iraniano e a situação no Afeganistão. EFE mv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.