O presidente George W. Bush qualificou neste sábado a situação no Líbano de momento decisivo que exige um apoio firme para o governo pró-ocidental de Fuad Siniora, ante o Hezbollah apoiado pelo Irã.

"Este é um momento decisivo que exige que nos mantenhamos firmemente ao lado do governo Siniora", disse Bush durante uma breve entrevista ao lado do presidente palestino Mahmud Abbas em Sharm el-Sheikh (Egito).

"Abbas está profundamente preocupado com o Líbano, pelo destino do governo Siniora, como eu estou", disse Bush.

"Está claro que o Hezbollah, financiado pelo Irã, já não pode defender sua posição, segundo a qual é o defensor contra Israel, a partir do momento em que vai contra sua própria população", acrescentou.

lal/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.