Buscas por caixas-pretas do avião da Air France em novo perímetro fracassam

Paris, 13 mai (EFE).- Foram encerradas sem sucesso as buscas na região onde os investigadores pensavam ter localizado as caixas-pretas do avião da Air France que voava do Rio de Janeiro a Paris e se acidentou no Oceano Atlântico no ano passado.

EFE |

Paris, 13 mai (EFE).- Foram encerradas sem sucesso as buscas na região onde os investigadores pensavam ter localizado as caixas-pretas do avião da Air France que voava do Rio de Janeiro a Paris e se acidentou no Oceano Atlântico no ano passado. O Escritório de Investigação e Análise da França (BEA) anunciou o fim dos trabalhos de busca das caixas-pretas e de destroços do aparelho nessa zona e o reatamento das mesmas no local onde inicialmente estavam concentradas as investigações, informou o jornal "Le Parisien". O anúncio da BEA frustrou as expectativas suscitadas na última semana depois que o Ministério da Defesa francês informou que havia sinais que indicavam que as caixas-pretas do avião "provavelmente" estariam na região. O general francês Christian Baptiste, porta-voz adjunto do Ministério, explicou então em entrevista coletiva que o submarino nuclear francês "Emeraude" registrou sinais que poderiam ter partido das caixas. Os sinais foram registrados no dia 1º de julho do ano passado, e Baptiste explicou que eles não tinham sido utilizados até agora pois foi graças a um novo algoritmo informático utilizado recentemente que puderam ser interpretados. A partir dessas informações foi estabelecida uma zona de 200 quilômetros quadrados situada a sudeste da região na qual até esse momento tinham sido realizadas as buscas pelo avião, e as pesquisas passaram a ser focadas neste novo perímetro. EFE pi/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG