As buscas pelos restos e pelas caixas-pretas do voo Rio-Paris da Air France de 1° de junho de 2009, que caiu no Atlântico com 228 pessoas a bordo, serão prolongadas até 25 de maio, informou nesta segunda-feira o jornal Le Figaro." /

As buscas pelos restos e pelas caixas-pretas do voo Rio-Paris da Air France de 1° de junho de 2009, que caiu no Atlântico com 228 pessoas a bordo, serão prolongadas até 25 de maio, informou nesta segunda-feira o jornal Le Figaro." /

Buscas por caixas-pretas da Air France seguem até 25 de maio, diz jornal

As buscas pelos restos e pelas caixas-pretas do voo Rio-Paris da Air France de 1° de junho de 2009, que caiu no Atlântico com 228 pessoas a bordo, serão prolongadas até 25 de maio, informou nesta segunda-feira o jornal Le Figaro.

AFP |

As buscas pelos restos e pelas caixas-pretas do voo Rio-Paris da Air France de 1° de junho de 2009, que caiu no Atlântico com 228 pessoas a bordo, serão prolongadas até 25 de maio, informou nesta segunda-feira o jornal Le Figaro.

Um porta-voz do BEA (Birô de Investigações e Análises), que realiza as tarefas de busca, negou-se, no entanto, a comentar a informação, anunciando que o órgão publicaria um comunicado à imprensa na terça-feira.

A BEA anunciou em 28 de abril que seguiria adiante com as buscas, ainda que não tenha divulgado nenhuma data para finalizá-las.

As causas do acidente, no qual 228 pessoas morreram, não foram claramente determinadas, já que os investigadores ficaram sem as caixas-pretas.

Até agora a BEA afirma que um mal funcionamento das sondas Pitot (sensores) de velocidade da aeronave, fabricadas pelo grupo francês Thales, "seria um dos fatores", mas "não a única causa" da tragédia.

clp/ib/lb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG