São Paulo, 18 jun (EFE).- As buscas das vítimas e dos destroço do Airbus da Air France que caiu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo há quase três semanas continuarão por tempo indeterminado, anunciaram hoje as autoridades militares.

"A operação continua por tempo indeterminado. Não encontramos os 228 corpos, que era nosso objetivo inicial, mas pensamos nisso constantemente. Nossa logística e nossa disposição estão preparadas para isso", afirmou o tenente-coronel Henry Munhoz em entrevista coletiva concedida no Recife.

Munhoz, que é porta-voz do Centro de Comunicação Social da Força Aérea Brasileira (FAB), acrescentou que mil militares continuam envolvidos na operação de resgate de corpos e peças da aeronave.

Nesta quinta-feira, só foram recuperadas partes do avião. Amanhã, haverá uma reunião entre os oficiais responsáveis pelas buscas para avaliar as condições logísticas que permitam a continuidade dos trabalhos de resgate.

Também é esperada para esta sexta-feira a chegada ao Recife da corveta "Caboclo", que transporta peças da aeronave e parte das bagagens resgatadas do oceano.

Desde ontem, um avião Fokker F-27 da força aérea espanhola participa das buscas.

As autoridades também suspenderam as coletivas de imprensa concedidas diariamente no centro de operações que coordena as buscas no Recife e agora só convocará a imprensa quando haja novidades.

Uma comissão de investigação da França acompanha as autoridades brasileiras na análise das prováveis causas do acidente. EFE wgm/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.