Buscas continuam por avião que caiu no Afeganistão

Equipes de resgate usam helicópteros para tentar encontrar destroços de avião que caiu com 43 a bordo

EFE |

As equipes de resgate retomaram nesta terça-feira os trabalhos de busca pelo avião de passageiros que caiu ontem no norte do Afeganistão com 43 pessoas a bordo, informou uma fonte oficial.

Desde o início da manhã, sete helicópteros vasculham a área em que desapareceu a aeronave da companhia Pamir Airways, que caiu na região montanhosa de Salang, explicou à agência afegã "AIP" o porta-voz do Ministério de Aviação.

AP
Soldados em helicópteros procuram por destroços nas montanhas do Afeganistão

"Dois helicópteros da Força Aérea do Afeganistão, quatro da Força de Assistência para a Segurança no Afeganistão (Isaf) e um helicóptero da Pamir estão trabalhando nas buscas, mas até agora não encontraram vestígios do acidente", informou o Ministério da Aviação.

Centenas de habitantes da região também saíram a cavalo para rastrear o local desde as 9h no horário local (1h30 em Brasília), disse o porta-voz.

No aeroporto de Cabul ocorreu uma reunião de emergência sobre o acidente, com a participação do ministro de Transportes e oficiais da Força Aérea e de representantes da companhia. No avião viajavam 38 passageiros e cinco tripulantes. Destes, 11 eram estrangeiros.

O avião pertencia à companhia privada afegã Pamir Airways. Com sede em Cabul, a empresa aérea foi fundada em 1995 e realiza voos diários para as principais cidades do Afeganistão. A Pamir Airways também opera rotas para Dubai e para a Arábia Saudita.

Arte/iG
Região do acidente no Afeganistão

    Leia tudo sobre: Acidente de aviãoAfeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG