Sydney (Austrália), 10 ago (EFE).- Os serviços de resgate suspenderam hoje, devido ao mau tempo, os trabalhos de busca das 95 pessoas desaparecidas na quinta-feira passada no naufrágio de um barco em Tonga.

As esperanças de encontrar algum dos passageiros com vida são remotas, pois as equipes de Tonga, Nova Zelândia e Austrália que trabalham no resgate não encontraram nenhum corpo desde a quinta-feira, quando recolheram 54 sobreviventes e dois corpos.

O barco Princess Ashika, que naufragou quando estava a cerca de 86 quilômetros ao nordeste de Nuku'alofa e se dirigia à ilha de Ha'afeva, entregou às autoridades uma lista de passageiros na qual figuravam 79 pessoas, sua capacidade máxima, embora acredita-se que em seu interior estavam pelo menos 151 viajantes. EFE mg/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.