Busca pela caixa-preta do avião continua na Índia

Equipes de especialistas seguem procurando o aparelho entre os restos da aeronave da Air India que caiu e fez 158 vítimas

EFE |

NOVA DÉLHI - As equipes de especialistas continuam hoje buscando a "caixa-preta" entre os restos do avião de Air India que caiu ontem no aeroporto de Mangalore (sudoeste indiano), em um acidente no qual morreram 158 de seus ocupantes.

AP/Rafiq Maqbool
Investigadores inspecionam os destroços do Boeing da Air India

À procura entre os restos do avião uniu-se hoje uma equipe da Direção Geral de Aviação Civil (DGCA), disse uma fonte policial citada pela agência indiana "Ians". "A busca continua, nossa equipe, junto a dos bombeiros, está procurando (a caixa-preta). Localizá-la é só questão de tempo", acrescentou uma fonte da DGCA, organismo a cargo da investigação principal do acidente.

Um Boeing-737 da companhia aérea de baixo custo Air India Express procedente de Dubai saiu ontem da pista do aeroporto de Mangalore, no qual tentava aterrissar, e terminou batendo contra um barranco dos arredores. Oito de seus ocupantes salvaram suas vidas, só três deles com ferimentos graves, mas 158 pessoas - incluindo os seis membros da tripulação - morreram no acidente.

O avião ficou completamente destroçado e queimado, assim como muitas das vítimas, cujos corpos foram resgatados ontem ao longo do dia todo. Até o momento, foram identificados um total de 104 cadáveres, que já foram entregues às famílias, disse à agência indiana "PTI" o diretor-geral da Polícia regional, Ajai Kumar Singh. "Restam 54 corpos por identificar", asseverou.

Um grupo de especialistas chegou hoje a Mangalore procedente da cidade indiana de Hyderabad (sul) para ajudar a identificar os restos carbonizados das vítimas por meio de análise de DNA, segundo a mesma agência.

* com EFE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG