Bunker nuclear da Alemanha Oriental é aberto ao público

Um bunker secreto construído especialmente para abrigar líderes comunistas da Alemanha Oriental contra um ataque nuclear foi aberto ao público em Berlim. O complexo de três andares, concluído em 1983, foi idealizado para proteger o ex-líder alemão Erich Honecker e outros 400 funcionários de seu governo.

BBC Brasil |

Honecker, que comandou a Alemanha Oriental durante quase duas décadas, teria visitado o local apenas uma vez.

"Algumas testemunhas disseram que Honecker ficou assustado e com medo quando passou por aqui", disse Sebastian Tenschert da Rede de Bunkers de Berlim, que fez uma campanha pela abertura do local.

O bunker, construído em uma floresta a 25 quilômetros ao norte de Berlim, ficará aberto à visitação durante três meses e depois será fechado e coberto com concreto.

Grupos de visitantes poderão dar uma volta de três horas dentro do complexo, inteiramente equipado com ar-condicionado, em que poderão circular por escritórios, quartos e salas de controle atualmente cobertas de lodo e mofo.

Os visitantes ainda serão guiados por túneis separados por espessas portas de metal que levam a 170 salas.

Os três andares subterrâneos foram construídos a uma profundidade de 70 metros.

O bunker está localizado perto de Wandlitz, onde o governo da Alemanha Oriental ficava acomodado em uma espécie de colônia.

O local ficava cercado por um vilarejo onde também estavam baseados membros da temida Agência Espiã da Alemanha Oriental, Stasi.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG