Buenos Aires, 28 nov (EFE).- A Prefeitura de Buenos Aires pôs hoje em andamento uma nova lei de mecenato, inédita no país, que procura pôr os cidadãos em contato com a arte para que possam investir e se transformar em um modelo político a ser imitado pelo resto da Argentina.

O ministro da Cultura e chefe da entidade de Turismo da capital argentina, Hernán Lombardi, explicou, após a assinatura do decreto que sanciona a lei, que com a medida se inicia "uma nova ferramenta para motivar o papel ativo da cidadania na promoção da cultura e das artes".

O prefeito de Buenos Aires, Mauricio Macri, assegurou que a nova iniciativa "fornece uma ferramenta inovadora para fortalecer a estratégia de multiplicar a cultura e as artes em todos os cantos da cidade".

"Não há mais barreiras nem falsas paredes entre cultura e cidadãos, acreditamos na gestão da cidadania e com este gesto lhe devolvemos seus recursos", disse o prefeito, que considera que é a "diversidade cultural" o que define Buenos Aires. EFE aal/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.