Buenos Aires continua em meio à fumaça e problemas nos transportes continuam

Buenos Aires, 19 abr (EFE).- A fumaça que cobre Buenos Aires e seus arredores hoje, assim como nos últimos dias, causou o cancelamento de vários vôos e adiou a saída de diversos ônibus, enquanto algumas estradas permanecem parcialmente bloqueadas.

EFE |

Além disso, os guardas dos hospitais de Buenos Aires mantêm o "alerta amarelo", que obriga todo o pessoal dos centros de saúde a estar à disposição, devido ao aumento de consultas por causa de irritações oculares, de garganta e problemas respiratórios, entre outros, disseram fontes oficiais.

A fumaça, que afeta mais de 15 milhões de pessoas, foi causada por queimadas em cerca de 70.000 hectares do delta do Rio Paraná, com aproximadamente 500 focos ativos.

Por causa desta situação, os vôos que devem aterrissar no Aeroparque de Buenos Aires eram desviados hoje para o Aeroporto Internacional de Ezeiza, que só operava hoje para a chegada de aviões.

Em conseqüência, alguns vôos foram cancelados, disseram fontes do aeroporto.

Além disso, várias saídas de ônibus do principal terminal de Buenos Aires permanecem canceladas, devido à baixa visibilidade nas estradas, que esta manhã se estendia a cerca de 300 metros nos melhores casos, segundo dados do Serviço Meteorológico Nacional.

O Governo argentino declarou nesta sexta-feira emergência em rodovias próximas a Buenos Aires, afetadas pela densa nuvem de fumaça. EFE ms/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG