Brunei isola 200 soldados britânicos por temor à gripe

Kuala Lumpur, 6 mai (EFE).- Cerca de 200 soldados britânicos foram isolados por ordem das autoridades de Brunei, depois que três deles apresentaram sintomas da gripe suína, informou hoje o departamento de Saúde do sultanato.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

O contingente militar chegou a Brunei na segunda-feira passada em voo charter desde o Reino Unido com escala em Hong Kong.

Os soldados têm a missão de participar de exercícios militares, e estão confinados em um prédio adjacente ao aeroporto internacional.

O diretor do departamento de Saúde, Rahmad Said, disse que os exames clínicos realizados nos três soldados com sintomas da gripe apresentaram resultado negativo, mas todos permanecerão isolados como medida de precaução.

"Todos os que estavam a bordo do avião estiveram em países com casos da gripe suína, portanto eles precisam passar por uma quarentena", apontou. EFE mal/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG