Brown: uma nova ordem mundial vai emergir da atual crise econômica

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, declarou que uma nova ordem mundial vai emergir da atual crise econômica, ao apresentar uma série de pontos acertados ao término da reunião do G20, nesta quinta-feira, em Londres.

AFP |

Entre eles, citou a injeção de cinco trilhões de dólares na economia antes do final de 2010 e a injeção por parte do FMI e de outras instituições de um bilhão de dólares no comércio e na economia.

Além disso, o G20 anunciou uma nova ajuda de 250 bilhões de dólares ao comércio mundial e recomendou que o FMI venda seu ouro para ajudar os países pobres atingidos pela crise.

Decidiu-se que os chefes do FMI e do Bird serão nomeados por mérito e não por nacionalidade.

Brown anunciou ainda que o G20 concordou em atuar com urgência para concluir a Rodada de Doha.

Também será publicada uma lista de paraísos fiscais não cooperativos e outra de regras para limitar salários e bonificações de banqueiros,

Os líderes do G20 decidiram que vão se reunir novamente no fim deste ano em Londres para avaliar o desempenho do plano adotado hoje.

O presidente francês Nicolas Sarkozy, que demonstrou anteriormente insatisfação com alguns pontos em discussão, ao final do encontro se declarou "feliz" com uma cúpula do G20 que superou suas expectativas.

afp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG