Brown quer prazo para saída britânica do Afeganistão

A Grã-Bretanha pretende estabelecer um prazo para sua saída do Afeganistão, disse nesta segunda-feira o premiê britânico, Gordon Brown. Brown disse esperar sediar uma conferência internacional no final do ano em Londres sobre o Afeganistão, com o objetivo de discutir a transferência gradual das provincias do país ao governo afegão.

BBC Brasil |

"Se possível, fixaremos prazos para essa transferência, a começar no próximo ano", disse ele.

Gordon Brown ressaltou que as tropas britânicas devem deixar o Afeganistão apenas quando o povo do país puder se defender e impedir a Al Qaeda de usar seu território como base.

Analistas dizem que o discurso de Brown reflete a preocupação crescente do governo de que a opinião pública apoia cada vez menos a participação britânica no conflito.

Ataque
Também nesta segunda-feira, pelo menos 10 pessoas morreram e 28 ficaram feridas em um ataque atribuído pela polícia ao Talebã no nordeste do país.

Um porta-voz policial afirmou que pelo menos dois foguetes de fabricação chinesa atingiram um mercado ao norte de Cabul, no vale do Tagab.

O ataque ocorreu quando militares franceses, responsáveis da OTAN (Organização do Tratado do Atlãntico Norte) na área, se reuniam com líderes tribais.

Nenhum dos feridos petencia à OTAN.

"Os insurgentes tentam usar oportunidades para nos atacar mas como neste caso, não são os soldados os feridos mas sim o povo afegão", disse Christophe Prazuck, porta-voz militar francês em Paris.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG