Brown pede uma solução que inclua um Israel seguro e uma Palestina viável

Londres, 4 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, pediu hoje um cessar-fogo urgente e imediato na Faixa de Gaza e uma solução para o conflito que no futuro permita a existência duradoura de um Israel seguro e de uma Palestina viável.

EFE |

"O que temos que fazer quase imediatamente é trabalhar com mais afinco do que até agora em um cessar-fogo imediato", disse o chefe de Governo britânico, que explicou que isso inclui os foguetes lançados pelo Hamas contra Israel.

Em entrevista à "BBC", Brown afirmou que qualquer solução passa pelo combate ao tráfico de armas à região e por uma supervisão internacional dos acordos.

"Este é um momento perigoso e acho que requer uma atuação nossa.

Há conversas em andamento que nos levariam além da violência imediata, até o tipo de soluções que queremos".

Mas a situação atual, acrescentou, "põe ênfase no que é o desafio real: que Israel precisa viver de modo seguro e que a Palestina necessita ser viável".

Brown ressaltou que os países árabes devem fazer pressão para que sejam fechados os túneis por meio dos quais o Hamas se rearma. Além disso, expressou sua convicção de que nos próximos dias será possível chegar a um acordo entre as partes, com a implicação do Reino Unido, dos Estados Unidos e da União Européia (UE), que permita o fim das hostilidades.

"Deveríamos conseguir um acordo sobre o tráfico de armas e deveríamos conseguir um acordo sobre o trânsito" a Gaza, acrescentou. EFE fpb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG