Brown não prevê grandes mudanças no Irã nos próximos meses

Londres, 3 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, disse hoje que não se deve esperar grandes mudanças no Irã nos próximos meses, apesar dos frequentes protestos de opositores ao regime, e renovou seu convite ao Governo iraniano para que se junte à comunidade mundial.

EFE |

Em entrevista à "BBC One", Brown disse que não valia a pena "concentrar os esforços na diplomacia com base em que algo vai mudar drasticamente no Irã nos próximos meses", mas a política de Londres deve continuar sendo encorajar ao Irã a abandonar o isolamento.

"Nossa política continua sendo a mesma, apelar aos iranianos para que se integrem na comunidade mundial, que aceitem que trará responsabilidades, mas que reconheçam também que não fazer isso, e rejeitar os avanços colocados pela América e por outros países, significaria um período de isolamento", afirmou.

"Espero que haja vozes sensatas dentro do regime e entre os manifestantes que reconheçam que um período de isolamento não fará nenhum bem ao Irã, que é um país muito culto e com enorme potencial econômico", acrescentou.

"É uma escolha que o Governo iraniano deve fazer", ressaltou o primeiro-ministro. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG