Brown fala com Ban Ki-moon sobre teste do Irã com míssil de médio alcance

Londres, 16 dez (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, condenou hoje o mais recente teste do Irã com um míssil e disse que falou sobre o assunto com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em Copenhague, onde ambos assistem à cúpula da ONU sobre mudança climática (COP15).

EFE |

Em declarações à imprensa britânica na capital dinamarquesa, Brown advertiu que o Irã pode enfrentar duras sanções, porque o teste é um assunto de grande preocupação.

O Exército iraniano testou uma versão avançada de seu míssil de médio alcance Sajil-2, alimentado com combustível sólido e capaz de atingir alvos a 2 mil quilômetros de distância.

"Manifestei (a Ban Ki-moon a preocupação) e ele também expressou sua preocupação com o teste de um míssil por parte do Irã", disse o chefe do Governo britânico.

"Este é um assunto de séria preocupação para a comunidade internacional e faz com que nos movimentemos para as sanções.

Trataremos disso com a seriedade que merece", acrescentou Brown.

A notícia do último teste foi divulgada hoje pela televisão estatal iraniana, que não ofereceu detalhes de quando e onde aconteceu a prova militar.

As Forças Armadas iranianas já tinham testado uma versão do mesmo míssil em maio.

A comunidade internacional acusa Teerã de esconder, sob seu programa nuclear civil, um suposto projeto militar paralelo cujo objetivo seria adquirir um arsenal atômico. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG