Londres, 20 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, enviou hoje os convites formais para os chefes de Estado ou de Governo que assistirão, em 2 de abril, em Londres, à cúpula do Grupo dos Vinte (G20, os países mais ricos e os principais emergentes).

"Os desafios globais que enfrentamos devem ser respondidos com ações decisivas se quisermos garantir empregos, restaurar a confiança e reanimar o crescimento", afirmou Brown, anfitrião da reunião, ao enviar os convites.

O primeiro-ministro britânico convidou os líderes de 21 países: Brasil, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Rússia, República Tcheca (como presidente rotativo da União Europeia), África do Sul e Turquia.

Da América Latina, irão a Londres o Luiz Inácio Lula da Silva, e os presidentes da Argentina, Cristina Fernandéz de Kirchner; e do México, Felipe Calderón.

Entre esses líderes, destaca-se também o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e também há a presença do presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

Além disso, o primeiro-ministro do Reino Unido precisou que a Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) e o Comitê da Nova Associação para o Desenvolvimento da África (Nepad) terão representação na cúpula.

Junto aos dirigentes das instituições financeiras internacionais, também participará das conversas o presidente da Comissão Europeia (CE, órgão executivo da União Europeia), José Manuel Durão Barroso.

EFE pa/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.