Londres, 10 mar (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, condenou hoje o assassinato de um policial na noite passada em Craigavon, na Irlanda do Norte, e assegurou que não haverá um retorno aos velhos tempos na província.

"Esses são assassinos que tentam distorcer, perturbar e destruir o processo de paz para a população da Irlanda do Norte", disse Brown em Londres.

O agente mortos, cuja identidade ainda não foi divulgada, morreu 48 horas depois que dois soldados foram assassinados na província em um ataque do IRA Autêntico (dissidência do Exército Republicano Irlandês). EFE vg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.