benevolente com crise econômica - Mundo - iG" /

Brown diz que mundo não pode ser benevolente com crise econômica

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, alertou nesta quarta-feira para o risco de ser benevolente sobre o estado da economia mundial, e avisou que a volta do crescimento ainda não pode ser dada como certa.

AFP |

A economia mundial continua "frágil", afirmou Brown em sua entrevista coletiva mensal. Ele destacou que a cúpula do G20, prevista para os dias 24 e 25 de setembro em Pittsburgh (nordeste dos EUA), permitirá chegar a um acordo sobre as medidas destinadas a acelerar a volta do crescimento.

"Não podemos ser benevolentes, a economia continua frágil, a recuperação não é garantida, tanto aqui como no exterior", avisou Brown. "As pessoas talvez estejam confiantes demais sobre a recuperação. Temos que ficar concentrados", acrescentou.

"Sei por minhas conversas com os outros líderes mundiais, num momento em que estamos preparando a reunião do G20 nos Estados Unidos, que vamos ficar totalmente concentrados na tarefa de garantir a volta do crescimento da economia mundial", insistiu.

No último trimestre do ano passado, Gordon Brown foi citado como exemplo de boa gestão da crise econômica. Ele instalou um audacioso plano de resgate bancário imitado por vários países da Europa e do mundo. O americano Paul Krugman, prêmio Nobel de Economia, chegou a dizer que Brown talvez tenha salvado o sistema financeiro mundial".

Porém, dez meses depois, a Grã-Bretanha continua submersa numa crise profunda. Em suas últimas projeções, o Fundo Monetário Internacional (FMI) previu para 2009 uma contração de 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB) britânico.

kah/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG