Brown diz que Governos devem manter ajuda emergenciais à economia

Londres, 20 set (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, advertiu hoje ao Grupo dos Vinte (G20, os países desenvolvidos e as principais nações emergentes) que é preciso manter as ajudas públicas de emergência à economia, pois a recuperação do setor ainda é frágil.

EFE |

"Não é hora de parar de estabilizar a economia. Não devemos desligar os aparelhos de reanimação", disse Brown no site do Governo.

"As pessoas ainda estão perdendo seus empregos, suas casas, sua esperança. E nós não devemos decepcioná-las", afirmou Brown num recado aos chefes de Estado e de Governo que, esta semana, participarão da cúpula do G20 em Pittsburgh (EUA).

O primeiro-ministro do Reino Unido declarou ainda que as medidas de estímulo econômico devem continuar em vigor, porque "o caminho da recuperação é frágil".

"A recuperação não é automática e não permitiremos que alguém ou algo a coloquem em risco", disse Brown, cujo país segue em recessão, ao contrário de potências como França e Alemanha, que já saíram da crise.

"Consolidar nossa recuperação e garantir um crescimento sustentável serão minhas prioridades durante minha visita aos Estados Unidos esta semana", antecipou o chefe do Governo britânico.

Outra questão abordada pelo primeiro-ministro foi a necessidade de os Governos tomarem medidas para que "a cobiça e o excesso dos banqueiros" não voltem a levar caos ao sistema financeiro. EFE pa/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG