Brown diz que Governo trabalha para restabelecer confiança de investidores

Londres, 19 set (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, reiterou hoje que seu Governo está trabalhando para manter a estabilidade financeira e a confiança do investidor.

EFE |

"Uma coisa está clara, faremos tudo o que estiver em nosso poder para garantir a estabilidade do sistema. Tudo o que estamos fazendo é pensado para garantir a confiança do investidor no futuro", disse Brown, em declarações à imprensa em sua residência oficial de Downing Street.

O primeiro-ministro citou a decisão da Autoridade de Serviços Financeiros (FSA) de proibir de maneira temporária as vendas a descoberto, com as quais os investidores podem provocar a queda de ações, diante das atuais condições do mercado.

Uma venda a descoberto é quando um investidor toma "emprestadas" ações de uma empresa, através do pagamento de comissão, para vendê-las e voltar a comprá-las depois, com a esperança de que tenha baixado de preço, para embolsar a diferença antes de devolvê-las ao proprietário.

"Tomamos a decisiva medida de trabalhar com o HBOS e o Lloyds TSB. Também tomamos ontem uma ação decisiva, a Autoridade de Serviços Financeiros atuou sobre as vendas a curto prazo", acrescentou.

O primeiro-ministro disse que o Governo está trabalhando com seus parceiros internacionais sobre as medidas para superar a crise.

"Os bancos centrais se uniram para encontrar liquidez (a fim de injetar) no sistema. Estou falando com o presidente (francês, Nicolas) Sarkozy sobre algumas das medidas que a União Europa pode tomar", ressaltou o chefe do Governo britânico.

Informou que o ministro das Finanças do Reino Unido, Alistair Darling, está em contato com o Departamento do Tesouro americano para discutir a melhor maneira de trabalhar juntos, a fim de enfrentar os problemas econômicos.

"Cada problema que enfrentamos foi de uma forma decisiva e pensada para levar estabilidade ao sistema. Vamos manter negociações com nossos colegas internacionais nas próximas horas", disse Brown.

EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG