Brown diz que deve resolver situação política

Atual premiê britânico afirma que segue aguardando as negociações entre conservadores e liberal-democratas

EFE |

O líder do Partido Trabalhista da Grã-Bretanha, Gordon Brown, disse neste domingo que seu dever de premiê é "resolver" a atual situação de incerteza política, depois que as eleições gerais da quinta-feira deixaram um Parlamento sem maioria absoluta.

AP
Partido Trabalhista, de Gordon Brown, perde espaço e deve deixar a liderança do governo britânico
Em um e-mail enviado aos seguidores do partido, Brown, que segue vivendo em Downing Street onde mantém suas atividades no Executivo até que haja um novo governo, aguarda as conclusões das negociações entre conservadores e liberal-democratas .

O Partido Conservador de David Cameron venceu as eleições gerais de quinta-feira, mas sem maioria absoluta, o que o forçou a fazer uma oferta ao grupo liberal de Nick Clegg para formar um governo.

No e-mail de Brown, que caiu nas mãos da imprensa britânica, o primeiro-ministro insiste em que seu propósito não mudou e que continua "lutando pelo povo deste país".

Gordon Brown fez na sexta-feira uma proposta aos liberal-democratas para unir suas forças caso as negociações que mantêm atualmente com os conservadores não prosperassem para formar um governo.

Nick Clegg, no entanto, disse durante a campanha que corresponderia a quem conquistasse o maior número de votos e cadeiras formar o governo.

Os conservadores conquistaram mais cadeiras, com 306 e um maior percentual de votos (36,1%), a frente aos 258 assentos dos trabalhistas, que obtiveram 29% dos votos, e diante das 57 cadeiras dos liberais-democratas, que conseguiram 23% dos votos.

    Leia tudo sobre: Grã-Bretanhaeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG