Brown disposto a permanecer no cargo até as eleições de 2010

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, se declarou decidido a permanecer no cargo e liderar o Partido Trabalhista nas eleições gerais que devem acontecer, no máximo, até junho de 2010, em uma entrevista ao jornal News of the World.

AFP |

"Estou decidido a liderar o trabalhismo nas próximas eleições gerais. Devemos e vamos ganhar", declarou o premier.

A autoridade de Brown à frente do governo britânico e do Partido Trabalhista foi gravemente abalada pela recente renúncia de vários ministros - algumas acompanhadas de severas críticas -, em consequência do escândalo dos gastos abusivos dos parlamentares e dos resultados ruins do partido nas recentes eleições europeias e locais.

O ministro britânico do Comércio, Peter Mandelson, ligado ao primeiro-ministro, prevê que os ataques contra Brown podem ser retomados durante o congresso anual do partido, que começa em 27 de setembro.

Em uma entrevista com um tom pouco habitual publicada no sábado pelo jornal The Guardian, Brown se declarou "ferido" com as críticas contra ele e garantiu que não teria nenhuma dificuldade em abandonar o cargo.

rjm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG