LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, disse no domingo que não vai fugir dos problemas do país, antes do resultado das eleições europeias que deverão ter impacto negativo para o governo e enfraquecer ainda mais sua liderança. Maus resultados nas eleições devem dar mais munição para os rebeldes de seu Partido Trabalhista, que temem perder as eleições parlamentares a não ser que Brown renuncie.

Em um evento do partido em Londres, preparado para mostrar como Brown ainda tem o apoio de ativistas de base do partido ao final de uma semana conturbada, o primeiro-ministro anunciou suas políticas para o setor público para as próximas semanas e meses.

Ele afirmou que o país está passando por um momento de "testes" nas esferas política e econômica, mas acrescentou: "O que eles (o público) vão pensar de nós se virarmos as costas em um momento de dificuldade. Nós vamos ficar com eles."

Brown está sendo pressionado após as derrotas sofridas nas eleições locais na quinta-feira. As mudanças em seu gabinete também foram ofuscadas pelo pedido de demissão de seis ministros, um dos quais exigiu que o premiê renunciasse.

A imprensa afirma que o Partido Trabalhista deverá ficar em terceiro ou em quarto lugar nas eleições europeias, cujos resultados devem ser anunciados no domingo à noite.

Os eleitores estão furiosos com o uso do dinheiro público para despesas particulares dos parlamentares durante a pior recessão em décadas, o que resultou, segundo analistas, no Partido Nacional Britânico (BNP) conseguir sua primeira cadeira no parlamento europeu.

Na semana passada, o valor da libra foi afetado pelas especulações sobre o futuro de Brown. Se ele conseguir sobreviver à atual crise, deverá esperar o máximo possível antes de convocar eleições no país.

Críticos afirmam que o partido não tem uma agenda política coerente, que Brown é indeciso e se comunica mal, adicionando que ele é aparentemente incapaz de transmitir sua confiança na economia mundial para políticas domésticas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.