Brown condena talibãs por utilizar adolescente em ataque suicida

Londres, 13 dez (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, condenou hoje os talibãs por utilizar um adolescente de 13 anos para cometer um atentado suicida contra as forças do Reino Unido no sul do Afeganistão.

EFE |

Durante uma visita surpresa aos soldados britânicos em Camp Bastion, principal base militar do Reino Unido, Brown prestou homenagem aos quatro soldados de seu país que morreram na sexta-feira, por causa da explosão de dois artefatos no sul do Afeganistão.

"É terrível que os talibãs usem uma criança de 13 anos como terrorista suicida para matar algumas de nossas tropas britânicas.

Estou com as famílias e com os amigos das vítimas", afirmou o chefe do Governo britânico.

Disse que a opinião pública se sentirá ofendida por causa deste ataque, "não só no Reino Unido, mas no mundo todo".

"Estes homens nunca serão esquecidos, pelo que conseguiram em nome de nosso país. Estamos mais seguros no Reino Unido, a população britânica está mais segura pelo que fazem, vigiando os talibãs, operando na linha de frente contra eles, garantindo que não avancem mais", ressaltou Brown.

Um soldado do Comando 45 dos Royal Marines britânicos morreu ontem após ficar ferido, devido à explosão de uma bomba durante tarefas de vigilância na área de Sangin, na província de Helmand (sul).

Pouco depois, em outra explosão, também em Sangin, três militares - dois do Comando 45 e outro do Regimento de Logística - morreram enquanto participavam de operações de rotina contra as forças inimigas na zona.

Com estas quatro mortes, sobe para 132 o número de soldados britânicos que morreram no Afeganistão desde o começo das operações da Otan, no final de 2001.

Após visitar as tropas em Camp Bastion, Brown se reuniu com o presidente afegão, Hamid Karzai, com o qual ofereceu uma entrevista coletiva, em Cabul, na qual sugeriu que, no próximo ano, podem ser mobilizadas mais tropas para apoiar o processo democrático. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG