Brown adverte que petróleo não recuará e pede que UE aposte em novas energias

Bruxelas, 19 jun (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, advertiu hoje outros dirigentes da União Européia (UE) de que o preço do petróleo não vai cair e considerou que, no cenário atual, os 27 Estados-membros do bloco devem concentrar-se em impulsionar energias renováveis e a nuclear.

EFE |

Fontes da UE indicaram que, em seu discurso no debate realizado hoje pelos líderes dos 27 Estados-membros sobre o encarecimento das matérias-primas, Brown considerou possível que os preços dos alimentos caiam, mas afirmou que "não pode dizer o mesmo sobre o petróleo".

O primeiro-ministro insistiu em destacar a "grande incerteza" que cerca o mercado energético e opinou que a UE tem de tentar reduzir o impacto dos movimentos especulativos.

Brown insistiu, no entanto, que para contribuir para a estabilidade dos preços, é essencial oferecer ao mercado "evidências críveis" de que "existem alternativas ao petróleo".

Segundo o premiê britânico, os 27 Estados que compõem a UE devem evidenciar apostas claras em energias renováveis e, nesse ponto, defendeu também o impulso da nuclear.

Brown também comentou que podem ser úteis os projetos para armazenamento de C02, mas ressaltou que, nesse âmbito, "deve ser encontrada a maneira de passar do papel à realidade".

O premiê britânico destacou ainda a importância de se elevar os investimentos em produção e refino de petróleo. EFE epn/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG