Brócolis reduz risco de câncer de pulmão

As propriedades anticâncer do brócolis, especialmente cru, e de outras plantas crucíferas, como a couve, podem ser comprovadas entre fumantes e ex-fumantes, destaca um estudo publicado nesta terça-feira nos Estados Unidos.

AFP |

O doutor Li Tang, do Roswell Park Cancer Institute, afirma que o risco de desenvolver câncer de pulmão entre fumantes e ex-fumantes cai em entre 20% e 55% com o consumo desta variedade de planta.

"O brócolis não é um medicamento, mas constitui um fator positivo para os fumantes incapazes de deixar o vício ou que não fazem nada para minimizá-lo", destacou Li Tang durante a sétima conferência anual da Associação Americana para a Pesquisa contra o Câncer, em Washington.

"As pessoas que param de fumar se beneficiam ainda mais do consumo de crucíferas", garante o médico, que dirigiu a primeira investigação importante sobre os efeitos protetores desta categoria de vegetais.

"Entre os grupos de fumantes, o único fator de consumo ligado à redução do risco de câncer de pulmão foi o consumo de brócolis".

O brócolis reduz especialmente os riscos de carcinoma e de tumor escamoso, as duas subcategorias de câncer de pulmão agressivo, que atingem especialmente os fumantes compulsivos.

De qualquer modo, "os resultados deste estudo não são suficientemente conclusivos para levar a recomendações de saúde pública", admitiu o doutor Li.

js/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG