British Airways cancela todos os voos em Londres marcados para sexta e sábado

A companhia aérea britânica British Airways anunciou o cancelamento de todos os seus voos previstos para esta sexta-feira e para o sábado procedentes e com destino a Londres.

iG São Paulo |


Em comunicado, a British Airways informou sobre a anulação de todos os pousos e decolagens nos aeroportos da capital britânica, devido à nuvem de cinzas gerada pela erupção de um vulcão na Islândia.

Horas antes, a companhia aérea tinha previsto o cancelamento dos voos que partiam de Londres e os que tinham como destino a capital britânica até, pelo menos, as 6h (horário de Brasília) de sábado, restrição que foi ampliada agora.

A British Airways afirma que, "devido à retirada das restrições sobre grande parte do espaço aéreo escocês", a companhia vai redirecionar durante para a Escócia "vários voos" procedentes dos Estados Unidos, que tinham como destino inicial outros aeroportos do Reino Unido.

Os voos da Europa ainda devem sofrer as consequências da nuvem de cinzas expelidas por um vulcão na Islândia pelo menos até sábado, disse nesta sexta-feira a Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol).


Passageiros observam voos cancelados em aeroporto de Bruxelas, na Bélgica / Reuters


A entidade disse em comunicado que cerca de 17 mil voos foram cancelados nesta sexta no espaço aéreo europeu, causando um caos aéreo que não era visto desde os atentados do 11 de Setembro de 2001 nos EUA.

Segundo a Eurocontrol, em dias normais, 28 mil voos são feitos pela Europa, mas nesta sexta-feira apenas 11 mil serão operados no continente. Na quinta-feira, foram realizados 20.334 voos na Europa.

"Na prática, perderemos 50% do movimento de passageiros na Europa", explicou Brian Flynn, subdiretor de operações de Eurocontrol. Ele também advertiu que a nuvem de cinzas pode se expandir durante a noite para a parte sul da Europa, que por enquanto está limpa.  

"Acho que a Europa está provavelmente experimentando a maior perturbação às viagens aéreas desde o 11 de Setembro", disse um porta-voz da Autoridade de Aviação Civil britânica. "Em termos de fechamento de espaço aéreo, é pior do que o 11 de Setembro."

Depois dos atentados de 2001 em Washington e Nova York, o espaço aéreo dos EUA passou três dias fechados, levando as empresas aéreas europeias a suspenderem todos os seus voos para o país.

Especialistas temem que as cinzas contidas na fumaça entrem nos motores do avião entupindo as turbinas. Quando isso acontece, o motor para de funcionar em pleno voo. As cinzas, no entanto, não apresentam risco grave para a saúde das pessoas.

Em 1982, um jumbo da British Airways caiu na Indonésia depois de passar numa nuvem de cinza e perder a potência das turbinas. O incidente levou o setor a rever os procedimentos quando há cinzas vulcânicas na atmosfera.


Clique aqui para ver o infográfico

* Com Reuters, AP, EFE e BBC Brasil

Leia também:


Leia mais sobre erupção vulcânica

    Leia tudo sobre: vulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG